quarta-feira, 22 de abril de 2009

Um Makro-erro: anúncio sai com preço errado. Quem perde com isso? A empresa ou o consumidor?

Deu no G1. A rede atacadista Makro anunciou um notebook com o preço de R$ 899 reais em um encarte, mil reais a menos que o real preço. Vendo a burrada que cometeram, eles correram anunciando o preço correto. Mas o estrago estava feito. Muita gente foi comprar o produto mas saíram de mão abanando. O Código de Defesa do Consumidor é bem claro nesse sentido: não importa o erro, o que vale é o que foi anunciado pela primeira vez.
Quem trabalha em empresas de comunicação sabe que atender empresas de varejo, o mesmo atacado, como o caso da Makro, é uma tarefa dificil e sucetível a erro. A responsabilidade é de ambas as partes, a agencia e o cliente, de aferir preços antes de passá-los ao consumidor. Errou a empresa em nao assumir a bronca e preferir sujar o seu nome entre os consumidores. A comunicação de uma empresa vai, como ficou muito claro nessa matéria, além da mera propaganda.
Abaixo, a matéria completa:
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...