segunda-feira, 7 de abril de 2008

Apple ultramassa Wal-Mart em venda de música.

Essa notícia já rodou o mundo, eu sei, mas vale o registro dessa mudança de costumes. Nos EUA, a Apple já ultrapassou o Wal-Mart em vendas de arquivos digitais de audio. E isso é bem sintomático porque demostra, claramente, que o que interessa afinal de contas é a música e não os agregados que acompanham como capa, encarte etc, que só fazem encarecer o produto e, convenhamos, não são necessários – assim penso eu, nunca esqueçam – para se admirar música. Ou vocês acham que o artista, ao criar uma obra já vai pensando na forma em que vai embalar o produto final? Espero que não. A arte, até onde eu sei, prescinde disso e quem ainda defende o velho formato CD – ou mesmo o vinil para alguns anacrônicos saudosistas – apenas vai contra o desejo das pessoas de fazer da música trilha sonora da sua vida, carregados, para cima e para baixo, em pen drives, mp4 players e outras mídias.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...