quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Entrevista com o Halder Gomes, diretor de Cine Holliúdy:
"Halder Gomes: Dois cearenses falando com o outro, com tantas expressões idiomáticas e sotaque, beiram o dialeto. Vira quase outra língua. Quando fiz o curta, em 2004, brinquei com essa coisa da legenda. Distribuímos um glossário cearense e as pessoas se divertiram muito. Sabia que essa coisa da legenda poderia jogar contra [o filme], mas sabia que seria a favor porque fiz um grande laboratório com o curta em termos de mercado, de plateia. Sou formado em administração e marketing, sou observador e estudo o mercado. Quando disponibilizei o curta-metragem em locadoras no Ceará, em 2005, ele batia as locações de Matrix. Sabia que esse fenômeno poderia se repetir no cinema."
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...